F

Naftalina HQ 08- Capitão Mistério



Hoje, não é sexta-feira 13, mas falaremos de terror nas bancas!!!
Nas bancas de antigamente pois vamos falar sobre as revistas de terror que inundaram as bancas pela Editora Bloch e seu segmento infantil(???) Bloquinho que deixava de lado aquele dog animadão e usava um logotipo com um personagem mais misterioso.

Se os gringos tinham os tales of Crypte lá fora, aqui nós tínhamos histórias de terror que assustavam ao mesmo estilo. E o melhor, eram baratinhas. A maioria produzidas no início dessa empreitada pela Marvel em um trabalho de parceria assim como Abril-Marvel, era feito pela  Bloch- Marvel.
Ou seja, a Bloch em seu "bloquinho" entrava para publicar as aventuras de terror produzidas pela Marvel ( na época Bloquinho já tinha alguns títulos sendo também produzidos  como Conan e a Ebal detinha outros personagens Marvel mas o assunto aqui é terror.



As publicações eram com o selo Capitão Mistério Apresenta . Antes de continuar, o Capitão Mistério é uma versão brazuca do Vingador Fantasma  como você bem pode observar com direito a chapéu e sobretudo. Pesquisei para saber se ele era como o Capitão 7 um herói com mais algumas aparições, mas não. Era apenas a logomarca deste selo de terror. E nunca saiu daquela pose de perfil que você confere abaixo.



O melhor título que vinha era A Tumba de Drácula , que publicavam as vezes as histórias da americana Tomb of Dracula ( produzida pela marvel em 1976) que contava com o vampiro Blade e o Dr. Estranho como coadjuvantes em algumas histórias. Pior que essa revista do Drácula passou da Bloch para a Abril nos anos 90( que já detinha 99% dos títulos da casa das Idéias) e aí o capitão Mistério ficou na mão.


Tínhamos muitas histórias de títulos da Marvel como Lobisomen, Múmia,e até o Irmão Vodu ( sim, leitores de New Avengers o novo ex-Mago Supremo) porém por algum motivo que você sabe, ele era colorido como um personagem branco ao invés de negro.

O Zumbi Simon Garth, conhecido há alguns anos pelos leitores por ter duas séries em Marvel MAX tinha sua primeira série dos anos 70 lançada aqui na revista Sexta-Feira 13.
Motoqueiro Fantasma, Frankenstein ( que teve crossover com o Aranha) tiveram suas aventuras publicadas também neste selo mesmo não tendo perdurado.

Mesmo após o fim da revista lá fora, continuaram saindo revistas com o Título "histórias reais" seja de Lobisomen, vampiros,Frankensstein, etc mas claro que as vendas nunca foram gigantescas. Difícil sempre foi concorrer com a Abril e com as hqs de super heróis então, nem se fala. Dá pra ver que usavam até foto novela!!!Para quem não pegou o tempo da foto novela explico: são imagens de pessoas reais e coloca-se balões de fala, pensamento, etc. Enfim, é uma HQ com gente de verdade.


Haviam matérias também nas páginas dessas revistas falando sobre pactos com o demônio, mistérios da macumba, casos reais de vampiros dentre outros para o nerd da época mergulhar de cabeça no mundo do sobrenatural em matérias altamente tendenciosas mas ao mesmo tempo também esclarecedoras. Porém como é uma obra de ficção o foco principal era entreter independente da veracidade das informações apresentadas nessas publicações.

Ao final, as aventuras em maioria eram HQs produzidas aqui no Brasil com aquele charme que parecia uma pornochanchada em quadrinhos. E tinha o principal para ser uma boa história de terror feita no Brasil: sangue, tosqueiras, mulheres seminuas ou nuas mesmo, sexo e um traço ruim de doer. Infelizmente é a verdade. Não sou putinha dos desenhistas do exterior não, mas o traço era  ruim e o lado bom é que só deixava a história com aquele clima de Quadrinhos  underground que é essencial em uma hq de terror.
Pior: muitas vezes não vinham os créditos dos escritores e desenhistas então mais um mistério...

Essas revistas se você tiver sorte pode achar em sebos não virtuais e a preços de banana pois só tem valor nostálgico mesmo ( mas se achar, eu compro, menos no Mercado Livre). As revistas para reforçar aí eram: Sexta-Feira 13, Cine Mistério, Múmia Viva, Lobisomen, Tumba de Drácula,Aventuras Macabras ou simplesmente você procura alguma revista com o selo Capitão Mistério que já sabe que é satisfação garantida caso goste de histórias trash.

Saca aí o Bruce Lee ( um genérico dele na verdade o Bruce Ling) contra o Príncipe dos Vampiros:

E era uma salada de histórias, misturando terror com  histórias de Sherlock Holmes e o que mais imaginar. O nome disso é liberdade editorial. Os fracos chamam de desorganização ou porraloquice.


Abaixo, algumas capas dessas publicações:





Hoje em dia, o gênero terror nos quadrinhos deu uma melhorada boa, como Martin Mystere, Dylan Dog, Hellblazer e outros, mas  aqui no Brasil as opções atualmente tem sido as da nerdstore como o livro em quadrinhos Independência ou Mortos que entra na onda dos zumbis.

Porém essas revistas seja como forem são saudosas ( por isso que to escrevendo sobre elas) e quem tiver alguma pra vender entra na nossa página e avisa lá porque como diz o Salim Mushiba, fazemos qualquer negócio!!!
Compartilhe este post: :

+ comentários + 2 comentários

17 de janeiro de 2017 19:18

A hq de terror sucesso na Europa, Dylan Dog, retorna em 2017 pela Editora lorentz, previsão de lançamento março- abril de 2017…é uma hq que deixou de ser publicada no brasil a uns 10 anos… tinha historias de terror bem legais e algumas estilo além da imaginação…quem não conhece tem o filme fraquinho dylan dog e as criaturas da noite…mas hqs são bem melhores, o filme é fraco. Vale a pena conhecer as hqs de Dylan Dog

19 de janeiro de 2017 18:09

Oi A.R.L. tudo bem? Gostei muito da notícia sobre o retorno de Dylan Dog. Li ontem sobre isto. Adoraria estabelecer um contato com a editora Lorentz para saber detalhes do projeto e divulga-los continuamente, afinal esse projeto vai depender muito de divulgação... Eu amo Dylan Dog.
Abç meu amigo.

Postar um comentário

Aliados Nerds

 
Support : Copyright © 2012-2014. ENQUADRINHADOS - todos os direitos reservados

Enquadrinhados- HQ é Alta Qualidade