F

Naftalina HQ 08 - Marvel Force



Aqui no Brasil sempre tivemos como em todo lugar do planeta a publicação de DC e Marvel  gerando aquela rivalidade que beira o limite do saudável porém nas nossas terras tupiniquins essa disputa cessava ao nos tocarmos que as duas rivais eram publicadas por uma única editora. No caso a Abril nos anos 80 e 90, e a panini nos dias atuais.



Porém nem sempre foi assim. A EditoraAbril foi talvez a mais bem sucedida no passado a conseguir concentrar a totlidade de super heróis em suas fileiras, deixando outras editoras menores sem experimentar uma fatia do que era publicar uma revista da Marvel Comics ou mesmo da DC.Porém, o mercado de hqs era muito  mas muito bem abastecido nos anos 80/90 tão bem  svido que tinamos publicações aos tubos e mesmo assim haviam coisas que ficavam de fora. E foi aí nessa brecha que uma editora rival fez a cama.

 A Editora Globo lançou a revista Marvel Force em 1991, pouco tempo após ter publicado a minissérie que deu origem ao super grupo Excalibur ( aquele que mostrava os X-Men da Europa) e seu conteúdo era mostrar títulos americanos que a Abril não tinha interesse em publicar. Mas não dava para saber se era isso mesmo, pois a revista contava com um atrativo que fez editores da Abril Jovem perderem alguns fios de cabelo: as histórias de Marvel Force eram mais recentes, diferentemente do déficit de 4 anos que a Abril se encontrava na cronologia Marvel ( nesse ponto palmas para a DC que se manteve em 2 anos de atraso na maior parte de sua estada na Abril). Ou seja, a história certa, iria estragar a surpresa de muita gente que lia Abril, uma delas já era a questão do grupo Excalibur que mostrava um Noturno e Kitty Pryde pós- massacre de mutantes e que nas hqs da Abril estavam ainda acabando de sofrer o impacto destas sagas. Ou seja, quem lesse a MF saberia que o drama mostrado na Abril da sobrevivência da Kitty Pryde já tinha sido spoillerizada ( mas sinceramente, acreditar que um personagem vai morrer de vez nos quadrinhos é muita inocência mesmo no passado).



Suas aventuras mostravam Guardiões da Galáxia( a equipe original sem Rocket Racoon e outros que você vai ver no cinema este ano), Excalibur,  Cavaleiro da Lua, Novos Guerreiros, dentre outros como o Motoqueiro Fantasma( que a Abril relançou quando chegou o momento certo mas graças a isso acredito que a série teve a aprovação necessária para a Abril publicar, se não dificilmente veríamos as aventuras do esqueleto de fogo). A Abril negociou com a  Marvel, mantendo a preferência na publicação e em pouco tempo a "fraca" Marvel Force foi descontinuada  chegando apenas até a edição nº 09  deixando todos os leitores sem problemas de spoillers , condicionados ao que a Abril publicava.

Mais do que uma simples revista em quadrinhos, Marvel Force representava um sinal de que sim,  concorrência era a melhor coisa que existia na vida ( e ainda é), mas foi calada na hora e momentos adequados que a situação permitia. Com o avanço e entrada de fanzines que davam spillers e as animações com suas versões mais atualizadas davam a entender que era necessário acelerar a cronologia até que na segunda metade da década de 90 a Abril reduziu o atraso em relação a cronologia americana epara apenas dois anos assim como já era feito com a DC Comics.

Algumas curiosidades: KittyPryde era chamada na abril de Lince Negra, mas para evitar problemas a Globo usou o nome original que era Shadowcat.


A revista tinha contracapas interessantes  com um certo tipo de humor já que não tinha propaganda de outros produtos fora revistas que a editora iria lançar como Lobo vs Papai Noel.
Aprovadíssima essa revista e quem tiver guarde bem pois ela é bem mais do que uma revista que durou nove edições. Foi um  "acorda Abril" isso sim.


Compartilhe este post: :

Postar um comentário

Aliados Nerds

 
Support : Copyright © 2012-2014. ENQUADRINHADOS - todos os direitos reservados

Enquadrinhados- HQ é Alta Qualidade