F

As várias versões da Morte( Ou Thanos, "ela" é "ele")



OK, feriado de dia de Finados e hoje seria um momento adequado para este post sobre a Morte. Presente nos quadrinhos ( e até personificada) e uma das mais sacaneadas quando se fala de morte nos universos Marvel/DC já que lá ninguém fica morto por muito tempo.

Pois bem, a Morte( ao longo do texto escreverei como se fosse um ser,OK? Portanto em maiúsculo no início) volta e meia acontece, na prática é difícil uma edição que não tenha uma morte hoje em dia, nem que seja subentendida de coadjuvantes da hq. E também raro uma edição que tudo seja desfeito. E isso em qualquer história em quadrinhos: Na Mônica, em mangás, na Marvel & DC então nem se fala. Não cito imagem por que seus personagens já são um milagre estarem vivos até hoje. Acho que lá não morrem tanto por isso. Ninguém manda cartas pedindo pra trazer de volta.

Mas vamos falar da Morte personificada. Na DC ao que me lembre a Morte é linda e é irmã do Morfeu( Sandman), cortesia do mestre genial Neil Gaiman. Me mata sua linda é pouco para dizer quando se refere ao Universo DC Comics ( especificamente na linha Vertigo mas na continuidade regular, ela também já deu as caras)

Mas mesmo sem ter a Morte em pessoa aparecendo regularmente, temos que na DC a brincadeira com os mortos se manifesta com a Tropa dos Lanternas Negros que resultaram naquela bagunça chamada A Noite mais densa.



Na Marvel, temos variadas personificações da Morte como aquela encapuzada que é a paixão de Thanos quanto também a Hela, a Deusa da Morte Nórdica e dentre mais algumas outras personificações que aparecem nas mais variadas revistas da editora. Mas essas que citarei aqui são as que mais se destacam nas histórias do bom e velho Universo 616.

Falando em Morte, a Marvel Comics é muito sem noção em algumas de suas histórias e eu adoro mostrar que o Thanos é um zé ruela( já que insistem em dizer que ele é mais foda que o Darkseid, jamais). Então vamos voltar aos anos 80, em 1987 com Secret Wars 2. A saga mostrava a vida do Beyonder ( o causador das primeiras Guerras Secretas) entre os humanos e tentando aprender e tornar o mundo um lugar melhor( idéia boa, resultado ruim). Em uma das revistas dessa saga, o Beyonder segue as orientações de um simples humano que o visita chamado Dave, tornando o Beyonder um sucesso de público ao fazer a fama da figura humanitária do Criador.



Na onda de fazer o bem sem olhar a quem, o Beyonder e Dave tem a idéia de matar a Morte!!! Sim, não me pergunte como, mas o Beyonder pode, se não ele não seria chamado de O Beyonder. feito isso a desgraça está feita pois acarreta uma mudança radical no equilíbrio cósmico. Organismos que se alimentam de restos decompostos não terão com o que se alimentar e aí amigo leitor, vira um efeito borboleta e acaba a graça do ciclo da vida. ( Foda-se quero ser imortal!!!)


Dave dá chilique após o Homem Molecular alertar dos danos causados pela dupla e decide se sacrificar em essência para se tornar a Nova Morte!!!

Pois é, nesse tempo Thanos estava morto e voltou a vida alguns anos depois pela morte devido ao número de pessoas vivas hoje em dia ser muito maior do que a soma de todos os mortos que já bateram as botas( é no que dá deixar ressuscitar personagens a rodo)...mas...será que a paixão dele em algum momento trocou de sexo? Ok, a Morte é uma entidade e não tem sexo,isso é indiscutível. O que é colocado nas histórias é que ele gosta daquele ser, que ele idealiza e para ele é sua inspiração (sua musa). Mas após essa história do Beyonder fiquei meio cismado com isso. Sempre que lia a revista que aparecia a Morte encapuzada me lembrava que ali era a essência de um cara( e um cara feio). Pois é, Thanos....a Morte tem surpresinhas que nem você desconfiaria!!! Não basta ser preso por policiais, apanhar do Aranha, do Kazar e sempre se sabotar para perder, ainda tem que passar por isso.


Ainda em Marvel o troféu O Maior morto de todos os tempos é o Capitão Marvel, um dos meus personagens prediletos. O cara morreu nos anos 80 e a Marvel, justiça seja feita, nunca o trouxe de volta! Sempre que você vê o nome Capitão Marvel na capa ou é o da DC ( SHAZAM), a Carol Danvers, o filho dele Genis-Vell ou um Skrull feito lavagem cerebral( lá da Invasão Secreta). Podem citar o Pássaro Trovejante dos X-Men também, mas esse voltou em Necrosha( a Noite mais densa da Marvel com a X-Force).

Nas histórias de Thor temos a Hela, filha de Loki, fazendo a festa enfrentando Thor e que teve uma participação mais ativa nas histórias do Paquita Nórdica na fase Walt Simonson. E convenhamos a Hela é bem mais interessante do que a encapuzada sem graça do Thanos.



Mais inocente é a Dona Morte da Turma da Mônica ( ou do Penadinho) que é mais desenrolada e faz seu dever com sua foice certeira. Olha aí a história em que ela ceifa o Papa João Paulo II.



 Não acompanho Turma da Mônica Jovem mas seria interessante se o Penadinho desse as caras reencarnando!!!


Compartilhe este post: :

+ comentários + 1 comentários

3 de novembro de 2013 10:10

vei se nem citou o deadpool c ferrar #chatiad43o

Postar um comentário

Aliados Nerds

 
Support : Copyright © 2012-2014. ENQUADRINHADOS - todos os direitos reservados

Enquadrinhados- HQ é Alta Qualidade