F

Perfil HQ 04 - Super Girl



Super Girl é uma personagem clássica da DC tendo surgido na onda do sucesso de Superman em criar derivados do último filho de Krypton. Derivados de um personagem que faz sucesso é comum desde sempre. Então tome Supergirl, Superboy, Krypto, rajado, Super caralho a quatro. Tudo isso por que é uma maneira de ganhar mais $$$. E no caso da Supergirl uma maneira de atrair o público feminino para as menininhas se identificarem e tal.



Sua primeira aparição se deu em 1958 e em sua origem ela se chama Kara Zor-el a prima de Kal-el, que foi enviada por seus pais para a Terra acompanhando seu primo Kal.
Na Era de Prata, teve diversas aventuras e até segurou título próprio naquele tempo. Sua criação, assim veio na tentativa de atrair um público feminino para os comics conforme já dito. Mas mesmo assim era uma personagem que não era coqueluche não e nem tinha repercussão, só a que o "S" estampado no peito dava. Mas carecia de boas histórias como muito personagem DC na época. 

Seu momento mais marcante veio em 1985 com sua morte em Crise nas Infinitas Terras. Foi um marco e esta capa é muitas vezes homenageada desde então ( não, não é original, mas é a mais conhecida de todas).
Kara morre salvando seu primo que estava sendo morto pelo Anti Monitor e durante o confronto ela acaba perdendo a vida e realmente mesmo sabendo que mortes nos quadrinhos não são eternas, há um drama emocionante nas páginas desta HQ. Até hoje ainda lembro da oração de Kal, " Sem você os dias serão cada vez mais longos e as noites cada vez mais curtas".

Após Crise nas Infinitas Terras, tivemos a ordem de que Superman era o último kryptoniano, então não teríamos Supergirl alguma nas histórias, pois isso iria ferir a nova premissa do herói.

Porém, John Byrne pensou bem e conseguiu uma brecha para inserir uma Super Girl na nova cronologia. Em uma aventura da Legião dos Super Heróis ficou revelado que o Senhor do Tempo havia criado uma outra terra  um chamado Universo Compacto as custas de roubar um segundo do tempo do universo normal.
Compacto, pois neste universo só existiam uma Terra e um Krypton que obviamente explodiu. Então só tinha mesmo uma Terra. Neste universo existiu um Superboy e a intenção era que a Legião dos Super-Heróis  se perdessem neste universo ao viajar no tempo( coisa que eles sempre fazem antes do café da manhã e aos finais de tarde).

Detalhes a parte, Superboy morreu assassinado por três kryptonianos: Zod, Quex-Ul e Zaora( não, não é Faora). A única resistência era Lex Luthor (jovem e bonzinho)que havia criado um ser de protoplasma chamado Matrix com poderes telecinéticos que simulavam os poderes de Superboy e usava o nome de SuperGirl. Por sinal sua aparência humana era baseada em Lana Lang inicialmente. 

SuperGirl( Matrix) se refugiou em nosso mundo ao vir pedir ajuda ao nosso Superman e aí os dois não conseguiram salvar a Terra deste universo. os caras mataram todo mundo mesmo , mas o Superman matou eles de tão chocado que ficou com esta atitude de seus compatriotas extradimensionais. Então Superman e Matrix vieram a Terra  de volta e ficou com a missão de proteger a família Kent (e os Kent com o compromisso de ensina-la a conviver neste novo mundo) quando Kal se exilou no espaço por ter matado os Kryptonianos ( viu, Superman não mata e quando mata ele não sai contando piadinha depois não ok?)

Por um tempo, Matriz deu muito trabalho ao Clark Kent chegando até mesmo a assumir o lugar de Kal como Superman, após ter sua mente afetada pelo Erradicador. Após esta confusão ela foi para o espaço e retornou na saga Pânico nos céus, aonde encontrou um amor ao qual ela não correspondeu: Draaga que morreu rapidinho. Desorientada, foi encontrada por Lex Luthor II ( o Lex de sempre, mas em um corpo clonado e mais jovem) e passou a morar com ele tendo um caso com tal figura que pregava uma de bom moço. Mas pouco tempo depois ela descobriu as reais intenções de Luthor e o abandonou, e destruiu seus planos de montar um exército de Supergirls. Daí em diante apareceu bem menos no universo DC. Foi uma Supergirl bem longeva e só deixou o posto anos depois quando se sacrificou para salvar uma garota chamada Linda Danvers( que era o nome da identidade que a Supergirl pré-CRISE usava). Alguns conhecem como a Super Girl Anjo.

Linda Danvers virou a Supergirl nova que se transformava em Supergirl e teve  aventuras solo, não necessariamente boas,pois não chegou a ser tão impactante quanto a original ou Matrix. Ela foi a primeira a usar aquele uniforme camisa branca com um S e pouco tempo depois, também saiu do cargo de Supergirl tendo encerrado sua carreira nas mãos de Peter David em Os últimos dias de Supergirl com uma história confusa que trazia a Supergirl pré CRISE com a pós CRISE. E que fazia a SuperGirl de nosso universo, casar com o Superman da Terra Ativa, ter uma filha dele e mais mil tretas. Ela não aguentou essa bagunça e abandonou o cargo de vez.



Mas aí chegou o Jeph Loeb que tava mandando bem em Superman & Batman e acabou criando um plot legal. Finalmente um meteoro que rumava para a Terra, traz uma espaçonave que trazia a sobrinha de Kal: Kara Zor-El. Era finalmente a "Supergirl" de verdade entrando no universo DC. Havia sido enviada em sua adolescencia mas como sua nave saiu da rota, ela ficou mais de 30 anos em hibernação e quando chegou, viu seu primo bebê crescido e dando ordem nela! (acho que o Superman aceitou ela muito rápido , afinal várias vezes alguém usava a possibilidade de habitantes de Krypton como meio pra atingir Superman. 

Rapidinho esta kryptoniana que estava sendo treinada por Diana em Themyscira, foi sequestrada por Darkseid e convertida ao lado negro da força virando uma Fúria. Após ser salva pela Trindade e Grande Barda( que é a esposa do Sr. Milagre e que quase fez um pornô com Superman mas isto é história para outro dia) adotou o nome Supergirl e descobriu que tinha sido enviada por Zor-El para MATAR Kal-El. Isso a assustou e a deixou mais sombria, pois descobriu que não era tão inocente assim.Mas enfim, isso foi desmentido em New Krypton aonde ela descobriu que isto era consequência da viagem na qual hibernou. E o Zor-El era boa praça, a Alura é que era uma megera.

Muto bom o arco em que ela volta e existe até animação-  Superman & Batman : Apocalypse. 

Kara teve um título próprio e nele ela aprontou tudo, fez todo tipo de burrada que adolescente faz e estimulava os fãs pedindo pra deixarem de publicar suas histórias e a Panini  dizia que não, que ia melhorar e aquela balela toda de sempre.
Segue um top de burradas que a Kara fez:
  • Prometeu salvar um menino de câncer terminal chegando a té a matar Ressurrection Man várias vezes pro coitado desenvolver rum poder de cura. E o menino? Morreu!!!
  • Sequestrou o Air Force One com o presidente dentro no Ataque das Amazonas;
  • Se apaixonou pelo Asa Noturna doida pra que ele fosse preso pelo ECA;
  • Saiu burramente dos Titãs por acharque eles só queriam uma substituta a altura pro Superboy ( ok, era isso mesmo que eles queriam)
  • Em New Krypton se supera, sem saber se fica do lado da mãe Alura, do lados dos humanos, do lado do Kal e qualquer coisa sempre sai na porrada sem necessidade.
Concluindo é uma personagem chata pra caralho!!! Com direito a todo o mimimi que um adolescente chato e chorão filho da puta tem direito!!!

Em New 52, não vi a revista dela, mas espero que tenha melhorado. Leio esta semana e atualizo o post.


A única coisa legal que a Supergirl fez foi fazer dupla com a Poderosa em "Pseudo" Kandor.


E é isso daí, e ainda perguntam porque prefiro a Poderosa...Karen Star sim!!!



Compartilhe este post: :

+ comentários + 1 comentários

5 de julho de 2013 11:58

Eu gosto da Kara, mas a Karen é outro NIVEL

Postar um comentário

Aliados Nerds

 
Support : Copyright © 2012-2014. ENQUADRINHADOS - todos os direitos reservados

Enquadrinhados- HQ é Alta Qualidade